Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Establecimento do Pré Escolar da Moita - Moledo - Castro Daire

22
Jan23

INVERNO - 2023

pre-escolarmoita

 

20230118_120313.jpg

 

 

Inverno é a estação mais fria do ano em várias regiões do planeta. Para sobreviver a essa época, alguns animais, incluindo seres humanos, desenvolveram técnicas de adaptação.

"O inverno é uma das quatros estações do ano e representa o período em que as temperaturas caem consideravelmente em regiões do planeta que apresentam essas estações bem definidas. Durante a vigência do inverno, muitas pessoas que vivem em países tropicais, e que, portanto, não vivenciam o inverno rigoroso, programam viagens para locais onde nevascas são comuns."

"Datas de início do inverno

Hemisfério Norte

Solstício de inverno: tem início no mês de dezembro, e o Sol incide perpendicularmente sobre o Trópico de Capricórnio.

- 20 e 21 de dezembro

Hemisfério Sul

Solstício de inverno: tem início no mês de junho, e o Sol incide perpendicularmente sobre o Trópico de Câncer.

- 20 e 21 de junho"

"A palavra inverno deriva do latim, hibernum, que significa neutro, invernal, invernoso, tempo frio. O inverno está também associado à característica de alguns animais de entrar em um período de hibernação durante as baixas temperaturas."

 

09
Jan23

CANTAR DE JANEIRAS E DE REIS

pre-escolarmoita

 

devellabella_asjaneiras.jpg

 

Nos dia 5 e 6 de janeiro, em partilha com o 1º ciclo de Lamas, efectuámos, respeitando a tradição, o cantar de janeiras e de reis, pela localidades de Coura, Moita, Adenodeiro Cela e Lamas, locais de origem das crianças que frequentam as duas escolas da freguesia ( Pré-escolar da Moita e 1º ciclo de Lamas). Pretendeu-se angariar recursos para a visita de estudo no final do ano lectivo ao Zoo da Quinta de Santo Inácio em Vila Nova de Gaia.

O cantar dos reis ou reisadas[1] é uma tradição secular portuguesa celebrada por volta do dia de Reis. Nesta, um grupo de populares, chamados de "reiseiros", tocam e cantam às portas das casas, invocando a celebração da visita dos três Reis Magos para pedir esmolas e donativos.[2] É muito semelhante à tradição das janeiras, que usa como pretexto o ano-novo.

O costume é já referido no final do século XVI em duas obras do dramaturgo português António Prestes: Auto do Procurador e Auto dos Dous Irmãos:

As Janeiras (cantar as Janeiras) é uma tradição em Portugal que consiste no cantar de músicas pelas ruas por grupos de pessoas anunciando o nascimento de Jesus, desejando um feliz ano novo. Esses grupos vão de porta em porta, pedindo aos residentes as sobras das Festas Natalícias. Hoje em dia, essas 'sobras' traduzem-se muitas vezes em dinheiro.

Ocorrem em Janeiro, começando no dia 1 e estendendo-se até dia 6, Dia de Reis ou Epifania. Hoje em dia, muitos grupos (especialmente citadinos) prolongam o Cantar de Janeiras durante todo o mês.

A tradição geral e mais acentuada, é que grupos de amigos ou vizinhos se juntem, com ou sem instrumentos (no caso de os haver são mais comuns os folclóricos: pandeireta, bombo, flauta, viola, etc.). Depois do grupo feito, e de distribuidas as letras e os instrumentos, vão cantar de porta em porta pela vizinhança.

Terminada a canção numa casa, espera-se que os donos tragam as janeiras (castanhas, nozes, maçãs, chouriço, morcela, etc. Por comodismo, é hoje costume dar-se chocolates e dinheiro, embora não seja essa a tradição).

No fim da caminhada, o grupo reúne-se e divide o resultado, ou então, comem todos juntos aquilo que receberam.

As músicas utilizadas, são por norma já conhecidas, embora a letra seja diferente em cada terra. São músicas simples, habitualmente à volta de quadras simples que louvam o Menino Jesus, Nossa Senhora, São José e os moradores que contribuíram. Tipicamente havia também algumas quadras insultuosas reservadas para os moradores que não davam as janeiras. Nos últimos anos, celebrizou-se uma música de Zeca Afonso, intitulada «Natal dos Simples» que, como começa com a frase 'vamos cantar as janeiras...' é entendida por alguns como se fosse música de Janeiras, embora não seja uma

 
 

 

 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub