Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Establecimento do Pré Escolar da Moita - Moledo - Castro Daire

Establecimento do Pré Escolar da Moita - Moledo - Castro Daire

25
Nov21

ACTIVIDADES EXPERIMENTAIS

pre-escolarmoita

FLUTUAÇÃO

MOTIVAÇÃO: HISTÓRIA O " CALDO DE PEDRA" - DRAMATIZAÇÃO

 

 

EXPERIÊNCIA:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMBUSTÃO DA VELA

Motivação: Dramatização " O Aniversário do João"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

IMG_20211202_112446.jpg

 

19
Nov21

MATEMÁTICA - TOPOGRAFIA

pre-escolarmoita

A educação deve destinar-se a promover o desenvolvimento da personalidade
da criança, dos seus dons e aptidões mentais e físicas, na medida das suas
potencialidades. E deve preparar a criança para uma vida adulta ativa numa
sociedade livre e inculcar o respeito pelos pais, pela sua identidade, pela sua
língua e valores culturais, bem como pelas culturas e valores diferentes dos
seus.

 
 

 

 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
19
Nov21

EDUCAÇÃO FISICA

pre-escolarmoita

Educação Pré-escolar: Expressão e Educação Físico Motora
O corpo que a criança vai progressivamente dominando desde o nascimento e de cujas potencialidades vai tomando consciência, constitui o instrumento
de relação com o mundo e o fundamento de todo o processo de desenvolvimento e aprendizagem.
Ao entrar para a educação pré-escolar a criança já possui algumas aquisições motoras básicas, tais como andar, transpor obstáculos, manipulação de
objectos de forma mais ou menos precisa.
Tendo em conta o desenvolvimento motor de cada criança, a educação pré-escolar deve proporcionar ocasiões de exercício da motricidade global e
também da motricidade fina, de modo a permitir que todas e cada uma aprendam a utilizar e a dominar melhor o seu próprio corpo.
Sendo assim a educação pré-escolar deve contribuir um desenvolvimento multilateral, eclético, inclusivo e harmonioso das crianças. Neste contexto são
definidos alguns objectivos gerais que passamos agora a enunciar:
Fortalecimento da saúde da criança;
Desenvolvimento de uma postura corporal correcta;
Desenvolvimento físico harmonioso;
Desenvolvimento de movimentos fundamentais;
Desenvolvimento da auto-confiança e auto-estima;
Desenvolvimento de capacidades físicas;
Desenvolvimento de qualidades morais e volitivas;
Incutir o gosto pela actividade física;
Desenvolvimento do espírito cooperativo de grupo e o fortalecimento das relações humanas

 

19
Nov21

AS EMOÇÕES - O MONSTRO DAS CORES

pre-escolarmoita

O desenvolvimento da criança no pré-escolar caracteriza-se pelo surgir da competência comunicativa e pela associação das emoções a acontecimentos vivenciados. Uma boa regulação emocional depende da capacidade de exprimir, identificar e nomear emoções. A linguagem emocional é o primeiro passo para identificar e reconhecer o que acontece no nosso íntimo, compreender os sentimentos e sermos capazes de os expressar.

Todos nós vivenciamos emoções e devemos expressá-las; o segredo não está em evitar ou proibir, mas sim em as regular. Para uma boa aprendizagem emocional, tanto as emoções negativas (tristeza, medo…) como as positivas (alegria, felicidade…) são importantes na comunicação e na transmissão das mensagens.

Em família, é fundamental usar a linguagem apropriada e transmitir os sentimentos de forma clara e adequada. Por imitação, a criança aprende a expressar as emoções, sobretudo quando o exemplo vem dos pais. É nestas idades que mais facilmente, a criança interioriza o exemplo do adulto quando este expressa por palavras o que sente. A partilha das emoções é assim incentivada e o exemplo induz à aprendizagem.

 

Como podem os pais contribuir para o desenvolvimento emocional dos seus filhos?

    • Enriquecendo o vocabulário emocional através do seu uso, no relacionamento com os filhos, facilitando a sua aprendizagem.

    • Dando o nome correto às emoções, para que possam aprender os termos adequados.

    • Conversando naturalmente sobre o que os filhos sentem, questionando-os sobre o porquê dos seus sentimentos. Crianças cujos pais falam com elas sobre os seus sentimentos desenvolvem uma inteligência emocional mais robusta e ficam mais aptos a identificar e a compreender os seus próprios sentimentos e os dos outros.

    • Permitindo-lhes expressar as emoções. Não se deve dizer “Não chores”, mas sim “Se tens necessidade de chorar, chora”. O choro é uma forma de pedir ajuda.

    • Exprimindo os seus próprios sentimentos: “Olá! Eu hoje sinto-me…, porque…” e perguntando-lhes, várias vezes por dia, como se sentem: “E tu? Como te sentes?”.

    • Respeitando as emoções do outro, permitem que a criança aprenda que cada pessoa tem a sua forma própria de sentir e se exprimir.

    • Incentivando-a a dizer sempre o que sente, o que gosta, o que não gosta, sem gritar, insultar ou bater.

    • Não se retraindo quando expressarem os seus sentimentos.

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub